Produção Científica



Apresentação
01/01/2011

Ground-roll attenuation based on SVD filtering
We present a singular value decomposition (SVD) filtering method for attenuation of the ground roll. Before the SVD computation, the normal move-out (NMO) correction is applied to the seismograms, with the purpose of flattening the reflections. SVD is performed on a small number of traces in a sliding window. The output trace is the central trace of the first few eigenimages. These contains mostly horizontally aligned signals, and other noise in the data will be suppressed. The new method preserves the character and frequency content of the horizontal reflections and attenuates all other type of events. We illustrate the method using land seismic data of the Tacutu basin, located in the north-east part of Brazil. The results show that the proposed method is effective and is able to reveal reflections masked by the ground-roll. ©2009 Society of Exploration Geophysicists
Artigo em Revista
01/01/2011

Simultaneous 3D depth-to-basement and density-contrast estimates using gravity data and depth control at few points
We have developed a gravity-inversion method for simultaneously estimating the 3D basement relief of a sedimentary basin and the parameters defining a presumed parabolic decay of the density contrast with depth in a sedimentary pack, assuming prior knowledge about the basement depth at a few points. The sedimentary pack is approximated by a grid of 3D vertical prisms juxtaposed in both horizontal directions of a right-handed coordinate system. The prisms' thicknesses represent the depths to the basement and are the parameters to be estimated from the gravity data. To estimate the parameters defining the parabolic decay of the density contrast with depth and to produce stable depth-to-basement estimates, we imposed smoothness on the basement depths and proximity between estimated and known depths at boreholes. We applied our method to synthetic data from a simulated complex 3D basement relief with two sedimentary sections having distinct parabolic laws describing the density-contrast variation with depth. The results provide good estimates of the true parameters of the parabolic law of density-contrast decay with depth and of the basement relief. Inverting the gravity data from the onshore and part of the shallow offshore Almada Basin on Brazil's northeastern coast shows good correlation with known structural features.
Dissertação de Mestrado
12/10/2010

Atenuação de reflexão múltipla do fundo marinho utilizando deconvolução preditiva adaptativa
A atenuação das reflexões múltiplas de curto, médio ou longo períodos em dados sísmicos marítimos represnta um grande e importante problema do procesamento de dados sísmicos enfrentado pela indústria do petróleo.Tais reflexões múltiplas estão presntes nos dados símicos adquirdos sobre lâmina de água e prejudicam sobremaneira oprocesamento dos dados e qualidafefinal da imagem símica.

O método de deconvolução preditiva de Wiener-Levinson (WL) visa a predição e subtração desses eventos periódicos.Os filtros preditvos são obtidos com o método dos mínimos quadrados e implicitamente utilzam a premissa usual de que os dados sísmicos possuem valores de amplitude nula fora da jqnela de tempo considerada. Desta forma os filtros de WL perdem eficácia na predição do evento periódico penalizando o resultado final da atenuação da múltipla. Outro fator limitante do sucesso da deconvolução preditva de WL é a ausência de periodicidade das reflexõesmúltiplas ao longo do traço símico. A perfeita periodicidade ocorre apenas em registros de incidência normal, quando os traço são de afastamento nulo entre fonte-receptor, o que faz a deconvolução preditiva de WL nãoser tão eficaz.

Na presente dissertação foi investigada a aplicação do método de deconvolução preditiva utilzando o algoritmo de Morf modificado (predição unitária L = 1 para predição arbitráia L > 1), que não faz considerações quanto às amplitudes das amostras fora da janela especificada. Este algoritmo é apropriado para trabalhar no interior de janelas do traço símicos sem que o filtro perca sua eficácia de predizer e, consequentemente, atenuar a reflexão múltipla. Utilzando o algoritmo de Morf modificado sobre janelas deslizantes de tempo foi definido um procedimento que denominou-se de deconvolução adaptativa de Morf modicada (DAMM). Este método foi comparado com resultados obtidos com o método de deconvolução adaptativa de WL(DAWL).

Resultados com dados sintéticos e reais demonstrarama eficácia e superioridade da DAMM na atenuação de reflexões múltiplas. O emprego do método sobre dados reais da Bacia do Jequitinhonha mostraram que o método DAMM atenuou as múltiplas de maneira mais efetiva que o método DAWL. Os grandes problemas e dificuldades que são encontrados na atenuação das reflexões múltiplas de curto período na parte de lâmica d'água rasa da plataforma continental e as múltiplas de médio período na região da quebra da talude foram resolvidos satisfatoriamente com o método DAMM.

Os resultados com a DAMM são considerados bons, inclusive na comparação com resultados obtidos com o método SRME, bastante utilizaod na indústria do petróleo. Os resultados promissores obtidos sugerem o emprego da DAMM no processamento sísmico bem como a extensão do método DAMM para a forma multicanal, esperando-se assim tornar o método ainda mais robusto e eficaz.
Apresentação
12/10/2010

An adaptive local-slope SVD filtering approach to enhance events on seismic sections
We present an adaptive singular value decomposition (SVD) filtering method for enhancement of the spacial coherence of the reflections and for the attenuation of the uncorrelated noise. The SVD filtering is performed on a small number of traces and a small number of samples collected around each data component. The method uses the local slope of the reflections to re-sample the data set surrounding each data component and the SVD filtering is locally applied to compute the filtered data.
Artigo em Revista
09/10/2010

Métodos estocásticos para modelagem de escoamento estacionário e transiente em meios porosos.
Uma maneira de incorporar a incerteza das medidas de campo e a variabilidade espacial nas propriedades hidráulicas de aquíferos e estabelecer distribuições de probabilidade para os parâmetros físicos do meio. As propriedades estatísticas do potencial hidráulico são então determinadas pela solução numérica das equações
diferenciais estocásticas que regem o regime de escoamento no aquífero. Neste trabalho descrevemos a utilização de dois métodos de elementos finitos estocásticos (o método de Monte Carlo e o método da Colocação) para estimar a média e a variância do potencial hidráulico para fluxo saturado em meio estatisticamente heterogêneo,
supondo que o coeficiente de transmissividade hidráulica é descrito por um processo lognormal. Um dos fatores decisivos na precisão numérica dos métodos é o comprimento de correlação associado à transmissividade. Discutimos também algumas configurações de baterias de extração que foram recentemente propostas para uma exploração adequada do aquífero Recôncavo na bacia do rio Capivara (Bahia, Brasil), comparando dois modelos clássicos e introduzindo a aleatoriedade da transmissividade em um dos arranjos de poços que foram propostos.
Artigo em Revista
09/10/2010

Influence of Sea Water Resistivity on MCSEM Data.
O Marine Controlled Source ElectroMagnetic (MCSEM) é um método geofísico para a detecção de camadas resistivas contidas abaixo do assoalhooceânico. Neste trabalho nós modelamos os dados do MCSEM em um ambiente unidimensional, incluindo variações na resistividade da água do mar, na forma de camadas de resistividades uniformes. Estas variações na resistividade da água podem surgir devido à influência de correntes marinhas, gradientes de temperatura ou mudança na salinidade da água. Nós estudamos o efeito destas variações nos dados do método MCSEM. Nossos resultados mostram que a interpretação pode ser fortemente influenciada, principalmente quando são analisados os dados normalizados. Vimos que as mudanças na resistividade da água têm um efeito sobre os dados similar àquele de mudanças na profundidade da lâmina d'água, sendo que ambos influenciam na atenuação da chamada "air-wave".
Artigo em Revista
09/10/2010

Estudo de formas implementacionais da equação da onda imagem para remigração na profundidade.
Neste trabalho estudamos teórica e numericamente novas formas implementacionais da equação da onda imagem para remigração em profundidade. Trata-se de uma equação diferencial parcial de segunda ordem semelhante à equação da onda acústica. Determinamos, além da consistência e da estabilidade, as condições de dispersão e dissipação de seis esquemas de diferenças finitas para esta equação em diversas formas obtidas por mudanças de variáveis. Estas condições não podem ser satisfeitas simultaneamente, ie., um resultado preciso não é de fácil obtenção. Testes numéricos confirmam os resultados teóricos da estabilidade para três esquemas, mas falham nos outros. Os esquemas avançados na variável da velocidade e avançados ou atrasados em profundidade foram os que tiveram os resultados mais proveitosos, pois estes esquemas satisfazem as previsões teóricas quanto à sua estabilidade e podem ser utilizados para realizar a propagação da onda imagem, sendo o primeiro para velocidades crescentes e o segundo para velocidades decrescentes.
Artigo em Revista
09/10/2010

Wave equation depth migration using complex Padé approximation.
Propomos um novo método de migração em profundidade baseado na solução da equação da onda com densidade constante no domínio da freqüência. Uma aproximação de Padé complexa é usada para aproximar o operador de evolução aplicado na extrapolação do campo de ondas. Esse método reduz as imprecisões e instabilidades devido às ondas evanescentes e produz imagens com menos ruídos numéricos que aquelas obtidas usando-se a aproximação de Padé real para o operador exponencial, principalmente em meios com fortes variações de velocidades. Testes em dados de afastamento nulo do modelo de sal SEG/EAGE e nos dados de tiro comum 2-D Marmousi foram realizados. Os resultados obtidos mostram que o método de migração proposto consegue lidar com fortes variações laterais e também tem uma boa resposta para refletores com mergulhos íngremes. Os resultados foram comparados àqueles resultados obtidos com os métodos split-step Fourier (SSF), phase shift plus interpolarion (PSPI) e Fourier diferenças-finitas (FFD).
Artigo em Revista
09/10/2010

Filtragem SVD aplicada à melhoria do rastreamento de horizontes sísmicos.
No presente artigo apresentamos uma aplicação da filtragem SVD (Singular Value Decomposition ) para o mapeamento automático de horizontes sísmico. A filtragem SVD pode ser vista como um método de filtragem multicanal onde cada traço filtrado guarda certo grau de coerência com os traços imediatamente vizinhos. Esta filtragem preserva as relações de amplitude, fase e correlação espacial dos eventos sismicos, ao tempo em que permite eliminar o ruído incoerente, normalmente associado aos últimos autovalores. A decomposição SVD é realizada sobre o subconjunto de traços vizinhos a cada traço da linha sísmica 2D ou de um volume 3D. O traço filtrado é obtido utilizando apenas alguns dos autovetores e autovalores associados. Ilustramos a aplicação do método sobre dados sísmicos terrestres. A melhoria da coerência dos eventos sísmicos permitiu maior robustez ao autotracking no mapeamento e interpretação automática dos horizontes sísmicos. A filtragem SVD e ́ computacionalmente eficiente e tem o mérito de melhorar significativamente a coerência, a consistência e a continuidade dos eventos de reflexão facilitando muito o “trabalho”, do tracker na busca de padrões no processo de autotracking.
Artigo em Revista
09/10/2010

Traveltime approximations for q-P waves in vertical transversely isotropy media.
As exploration targets have become deeper, cable lengths have increased accordingly, making the conventional two term hyperbolic traveltime approximation produce increasingly erroneous traveltimes. To overcome this problem, many traveltime formulas were proposed in the literature that provide approximations of different quality. In this paper, we concentrate on simple traveltime approximations that depend on a single anisotropy parameter. We give an overview of a collection of such traveltime approximations found in the literature and compare their quality. Moreover, we propose some new single-parameter traveltime approximations based on the approximations found in the literature. The main advantage of our approximations is that some of them are rather simple analytic expressions that make them easy to use, while achieving the same quality as the better of the established formulas.
<<  <   1  2  3  4  5  6  7  8  9  10  11  12  13  14  15  16  17  18  19  20  21  22  23  24  25  26  27  28  29  30  31   >  >>